Marcio Pauliki - Compromisso com você
Facebook Twitter Instagram

Nota Paraná liberou R$ 300 mi, mas apenas R$ 60 mi foram resgatados

Compartilhe nas redes sociais:

Quem está participando do Nota Paraná precisa ficar atento para não perder parte dos valores gerados pelo programa, isso porque os créditos têm validade de um ano. Ou seja, os valores creditados em novembro de 2015, quando as primeiras notas fiscais foram calculadas, só estarão disponíveis até o final deste mês. Desde então, o Nota Paraná já liberou R$ 300 milhões, mas apenas R$ 60 milhões foram resgatados. Quem faz o alerta é o deputado estadual Marcio Pauliki. “Muitas pessoas pediram o CPF na nota durante as suas compras, foram acumulando créditos ao longo do ano, mas ainda não pediram a transferência do dinheiro para a sua conta bancária. Esse esquecimento pode fazer com que o consumidor perca parte do valor que acumulou, por isso é importante fazer o resgate até o final deste mês. Minha sugestão é que as pessoas consultem o saldo disponível e solicitem o repasse dos valores até o final deste mês”, orienta. O valor mínimo para a transferência para uma conta bancária é de R$ 25,00. Também é possível utilizar os créditos para abater parte do IPVA, neste caso não existe valor mínimo. O Nota Paraná devolve até 30% o ICMS pago em produtos e serviços e ainda promove sorteios mensais em dinheiro. Em outubro, o total de créditos liberados foi R$ 26 milhões. Deste total, R$ 1,3 milhão foi revertido para instituições sem fins lucrativos que participam do programa. A consulta e transferência dos recursos pode ser feita através do site http://www.notaparana.pr.gov.br. Leia mais: http://www.diariodoscampos.com.br/economia/2016/11/mais-de-r$-200-milhoes-estao-esquecidos-no-nota-parana/2275240/

Leis criadas e aprovadas