Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Pauliki percorre oito cidades para debater planos para o Paraná e anuncia recursos de R$ 1,7 milhão

Compartilhe nas redes sociais:

Discutir planos de desenvolvimento para o Paraná, fomentar o debate público e estar em contato com a população para elencar as principais demandas da sociedade. Com este propósito, o deputado estadual Marcio Pauliki percorre mais oito cidades de sua base eleitoral nesta semana para conversar com lideranças comunitárias e políticas.

Os munícipios visitados por Pauliki são Ibaiti, Andirá, Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Arapoti, Jaguariaíva, Itaperuçu e Almirante Tamandaré. Para essas cidades, o deputado anunciou a conquista de R$ 1,7 milhão. São R$ 420 mil apenas de emendas parlamentares para investimento em infraestrutura, além de verbas para a aquisição de veículos para o poder público municipal. Arapoti, por exemplo, foi contemplada com recursos para a construção de uma academia ao ar livre, Jaguariaíva recebeu um aparelho novo de raio-x e Santo Antônio da Platina com repasses para reformas de unidades básicas de saúde.

“Além de fiscalizar e legislar, cabe ao deputado ir atrás de recursos para as cidades. Municípios de pequeno e médio porte são carentes de recursos. Dessa forma, todo repasse impacta de forma positiva junto à sociedade”, ressalta Pauliki.

Durante a viagem, Pauliki salienta que, como um dos responsáveis por elaborar o plano de governo do pré-candidato a governador Osmar Dias, é imprescindível estar em contato com a população. “Estar perto da sociedade, das lideranças sociais, políticas e econômicas, contribuem decisivamente para podermos elaborar um plano de governo que permita ao Paraná crescer em diversos setores, sobretudo no aspecto social e na geração de emprego e renda”, afirma o deputado.

Somente neste mês, Pauliki já visitou 20 cidades do estado.

Nota Paraná

Idealizador do programa Nota Paraná Solidária, Pauliki também faz questão de visitar representantes de entidades e instituições beneficiadas pelo projeto. “Temos que conversar com quem está na ponta, sendo contemplado com as ações do programa, para projetarmos quais eventuais aperfeiçoamentos podemos sugerir para a Nota Solidária”, afirma o deputado. Instituições desses seis municípios já somaram R$ 1,3 mi de arrecadação por meio do projeto proposto por Pauliki.

Para doar a nota para uma entidade social, o contribuinte não pode informar seu CPF no momento da compra. A nota fiscal pode ser depositada nas urnas que as instituições espalham pelo comércio ou o contribuinte faz a doação diretamente no site www.notaparana.pr.gov.br ou no aplicativo do programa, na aba “Minhas Doações”.