Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Pauliki e Zeca apoiam ações sociais do Abutres Moto Clube

Compartilhe nas redes sociais:

 

 

O deputado estadual Marcio Pauliki protocolou Moção de Aplauso para entidade e ainda luta pelo fim da cobrança de pedágio para motociclistas

 

 

 

 

            Candidato a deputado federal, Marcio Pauliki, e o candidato a deputado estadual Dr. Zeca fecharam parceria com o Abutres Moto Clube para apoiar as ações sociais desenvolvidas pela entidade em todo o estado. Pauliki, que atualmente é deputado estadual,  inclusive já requereu Moção de Aplauso para os Abutres na Assembleia Legislativa do Paraná.

            O Abutres existe desde 1989 e é o único motoclube do Brasil reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) pelo trabalho social que realiza. A instituição está presente em 18 países e envolve cerca de 20 mil pessoas.

            “Realizamos diversas ações sociais em todo o Paraná. Buscamos ajudar aquelas pessoas que mais precisam. Contribuímos com comunidades mais carentes, hospitais, asilos. É muito importante ter o apoio do deputado Pauliki para termos apoio e até fomentar novas ações junto à comunidade”, afirma o gerente social do Abutres no Paraná, Bruno José.

            A entidade foi, por exemplo, parceira do McDia Feliz, em que a renda é destinada a instituições de combate ao câncer infantil. Essa é uma das bandeiras defendidas pelo deputado Pauliki, que está buscando recursos para a terceira fase do Instituto do Câncer dos Campos Gerais (ICCG). “É o momento de unirmos as forças e eu, como deputado federal, vou buscar repasses e recursos para a consolidação do ICCG e para o tratamento de crianças e adolescentes que lutam contra o câncer”, ressalta Pauliki.

            Além disso, Pauliki protocolou requerimento para motos e motociclistas sejam isentas do pagamento de pedágio. O deputado organizou ainda um abaixo-assinado que coletou mais de 10 mil assinaturas com o pedido para que isenção de motos se torne realidade no Paraná. De acordo com dados da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), as motocicletas representam cerca de 0,85% do volume de tráfego nas rodovias federais postas sob concessão, situação semelhante às rodovias estaduais.