Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Abaixo-assinado a favor do ICCG chega a 15 mil assinaturas e deve ultrapassar meta

Compartilhe nas redes sociais:

O abaixo-assinado para coletar assinaturas em prol da implantação da segunda fase do Instituto do Câncer dos Campos Gerais (ICCG), que irá funcionar no Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais, em Ponta Grossa, já atingiu 15 mil assinaturas e deve ultrapassar a meta estipulada. A intenção inicial era coletar 20 mil assinaturas.

“Mas devemos atingir um número superior a 30 mil. Isso é de suma importância porque demonstra que essa é uma luta de toda a sociedade”, afirma o deputado estadual Marcio Pauliki, autor do projeto de implantação do ICCG. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) e o Ministério da Saúde (MS) estimam a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil em 2018. Estima-se que ocorrerão cerca de 12.500 casos novos de câncer em crianças e adolescentes no Brasil neste ano.

A proposta do abaixo-assinado é buscar apoio popular em prol da liberação dos repasses da 2ª fase do ICCG. Para o ano de 2018, o deputado estadual Marcio Pauliki pleiteia que seja destinado mais R$ 8 milhões ao Instituto. Apesar deste montante já ter – inclusive – sido inserido no orçamento governamental, não há garantia legal de que o governo libere este valor.

“Além dos argumentos e estudos técnicos que temos, é fundamental demonstrar que a sociedade toda está envolvida e reivindicando de um espaço próprio e específico para atendimento oncológico na região”, explica Pauliki. Estes R$ 8 milhões serão destinados para a construção do novo Centro Cirúrgico que terá 6 salas de cirurgia e adaptação de 25 leitos de internamento.

O abaixo-assinado também pode ser assinado via internet. O endereço pode ser acessado por este link: https://bit.ly/2JAqJiC.

Já foram liberados R$ 2 milhões, conquistados por Pauliki junto ao governo do estado, para a primeira fase do ICCG. Além dos R$ 8 milhões deste ano e pleiteados via abaixo-assinado, serão necessários mais R$ 20 milhões para os anos de 2019 a 2022, que viabilizará, assim, com um investimento total de R$ 30 milhões, a consolidação da oncologia pediátrica no Instituto do Câncer, que atenderá pacientes das regiões dos Campos Gerais, Centro Sul e Norte Pioneiro.