Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Vem aí mais uma tentativa de aumento da passagem de ônibus

Compartilhe nas redes sociais:

12/08/2019

Mais uma vez vamos falar sobre o transporte público de Ponta Grossa, sem nada for feito virá uma surpresa desagradável. Esta semana o Conselho de Transporte se reuniu para avaliar um pedido da Viação para um aumento de 16 % na passagem de ônibus. Lá vem de novo está história de aumento muito acima da inflação. Uma planilha de custos que começou errada e nenhuma vontade política em enfrentar estas questões com coragem e determinação, esse é o grande problema: gestão pública que bate cabeça e tenta transferir o problema para a sociedade civil organizada.

Em um momento em que o cidadão aperta os cintos e as empresas que pagam o vale transporte e muitas vezes sustentam esse sistema, estão reduzindo os custos, cortam cada vez mais despesas e aí tem uma empresa de concessão que tem o lucro de 5% garantido em seu contrato. Existe sim, outras formas poder privilegiar as pessoas com transporte público de qualidade, digno e sem aumentar os valores e eu falo como.

De nada adianta fazer críticas construtivas e não encontrar soluções. Existem várias possibilidades, a primeira é o estudo criterioso da planilha de custos que começou errada. Outra questão ao invés de aumentar em 16% sabe que dá para reduzir em até 11% e explico como.

Hoje nós temos mais de 1.300 funcionários na viação, do quais 400 são cobradores, por lei municipal não pode deixar de ter cobrador, tem cobrador até no trecho do sem parar. Existe a possibilidade mudando essa lei para esses cobradores possam se tornar motoristas, ou outras funções importantes, é simples muda-se a lei e faz-se esse trabalho, desta forma nós reduzimos os custos em até 11%. E existe também outras possibilidades de melhora na qualidade como a criação de outras linhas, do cartão temporal, sugestão do presidente da câmara, comentei com ele que tem tudo a ver com o meu projeto de 2012, o Bilhete Único, que inclusive o prefeito ia colocar e não importa o nome do projeto o que importa é atender a população.

Portanto, existem soluções e quero deixar claro que sou totalmente contra esse aumento da passagem de ônibus, é ruim para o trabalhador, péssimo para a cidade e para toda a população e a comunidade.