Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Pauliki visita Tibagi e Telêmaco Borba e discute políticas regionais

Compartilhe nas redes sociais:

O deputado estadual Marcio Pauliki visitou nesta semana as cidades de Telêmaco Borba e Tibagi para debater políticas regionais. Somando os recursos do Nota Paraná Solidária, idealizada por Pauliki e que repassa recursos a instituições sociais por meio de doação de notas fiscais sem CPF, e recursos via emendas parlamentares do deputado, essas duas cidades já foram contempladas com R$ 1,7 milhão.

Em Telêmaco Borba, Pauliki se reuniu com o prefeito Dr. Márcio Matos, e debateu soluções para a constituição da Guarda Patrimonial na cidade e do Instituto Médico Legal (IML) na cidade. Também participaram do encontro os vereadores Gilson dos Santos, Anderson Antunes (Japão) e Guidi de Oliveira. “É preciso dialogar sobre os recursos e investimentos na cidade e planejar ações que possam trazer benefícios à sociedade. Além disso, no caso do IML, é uma política de descentralização dos serviços públicos que irá contribuir para toda a comunidade da região”, ressalta Pauliki.

O deputado também visitou a secretária municipal de Educação, Rosymeire Carneiro, para apresentar propostas para o mês do ‘Paraná Sem Drogas’, que é celebrado em junho. “Conversamos com ela sobre ações que possam ser realizadas para que as escolas municipais de Telêmaco tenham atividades de prevenção ao uso de drogas”, afirma o parlamentar. Pauliki é o autor do projeto que instituiu ‘Paraná Sem Drogas” no estado.

Tibagi

Na cidade de Tibagi, Pauliki se reuniu com o prefeito Rildo Leonardi para debater os passos para a concretização do Distrito Industrial Regional. O processo está em trâmite no Governo do Estado e já foram concedidos pareceres positivos da Casa Civil e da Procuradoria do Estado, para dar prosseguimento aos trâmites de criação.

A região poderá ser a pioneira no Estado a criar um distrito industrial regional. O objetivo é dividir parte dos impostos gerados em municípios do entorno daquele que sediará os investimentos, a fim de criar um desenvolvimento regional. “A principal intenção com esse projeto é o desenvolvimento regional. Não adianta desenvolver só uma cidade, mas sim uma região toda”, afirma Pauliki.