Marcio Pauliki - Gestão do jeito certo e de resultados

SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Instagram

Osmar Dias e Pauliki iniciam diálogo com o Paraná

Compartilhe nas redes sociais:

O deputado estadual Marcio Pauliki e o ex-senador e presidente estadual do PDT, Osmar Dias, iniciaram uma caminhada pelo Paraná para apresentar ideias de governo e ouvir as reivindicações de diversos setores da sociedade. Durante esta semana, Pauliki e Dias visitaram a 11° Feira de Móveis do Estado do Paraná (Movelpar), em Arapongas. Na oportunidade, dialogaram com lideranças políticas e com empreendedores desse importante setor para a economia do estado, gerando cerca de 100 mil empregos diretos. Dias e Pauliki também visitaram o prefeito municipal de Arapongas, Sérgio Onofre. “O nosso objetivo é ouvir as pessoas e conhecer os anseios da população. Esse diálogo servirá de base para a construção de uma proposta de futuro para o estado, com uma agenda afirmativa, transparente, coerente e moderna”, garante Osmar Dias. “Vamos percorrer todo o Paraná para termos conhecimento das demandas de cada região para propormos políticas públicas que atendam os anseios da sociedade”, completa Pauliki. Já está programada uma agenda de trabalho para ser desenvolvida ao longo de todo este ano, que inclui visitas a lideranças políticas, seminários, feiras e congressos. “Nesse momento, o que o Paraná mais precisa é de um diálogo franco e aberto, discutindo as reais necessidades da população que podem gerar o crescimento econômico sem esquecer o desenvolvimento social”, afirma Dias. O ex-senador também destacou a importância de tomar medidas que estanquem de uma vez por todas as práticas de corrupção. “Precisamos acabar com a crise política que estamos vivendo. A crise econômica nasceu com a crise politica. O povo está esperando que os políticos acabem de uma vez por todas com a roubalheira. Ninguém aguenta mais ser roubado pagando imposto tão caro nesse país”, ressaltou. Dias também apontou a importância de os empreendedores acreditarem em melhorias no cenário econômico. “O paÍs tem como sair da crise. Afeta A gente vê que os trabalhadores, os produtores, a indústria, especialmente a indústria moveleira, estão acreditando no país. Tem aqui um grande otimismo dos empresários que pagam seus impostos”, afirmou o ex-senador.